Encerramento das atividades do P.A.R.T.Y. Campinas em 2017

Os coordenadores Ryana Do Val, Ricardo Almeida, Guilherme Redezuk e Gabriel Marchetto

Na terça-feira, 31 de Outubro, o P.A.R.T.Y. Campinas realizou sua última edição no ano de 2017 com a presença da E.E. Vitor Meirelles, que trouxe 78 alunos para participarem do programa.

Segundo registro do Programa no HC da UNICAMP, este último somatiza um total de 118 edições realizadas. A satisfação é muito grande em poder participar de um programa como este, que tem uma grande importância na vida dos jovens que passam por ele. Toda a equipe do CoPELT está muito feliz com os resultados obtidos, principalmente os coordenadores que trabalharam em todas as edições desse ano e conseguiram fazer com que tudo ocorresse conforme o esperado.

Os coordenadores Ryana Do Val, Ricardo Almeida, Guilherme Redezuk e Gabriel Marchetto, todos estudantes do terceiro ano da Medicina da UNICAMP, deram seus depoimentos sobre as expectativas que eles tinham antes da gestão deles começar, avaliando se elas foram cumpridas e também contando um pouco sobre a experiência que tiveram e a diferença que o programa fez na vida tanto dos alunos quanto deles próprios:

“Fizemos algumas mudanças no P.A.R.T.Y., principalmente na dinâmica das apresentações. Acho que junto com o apoio e os parceiros, conseguimos tornar as apresentações mais fluidas e com mais conteúdo digital; pensando em prender a atenção do público mais jovem que é alvo do projeto. Acredito que as alterações contribuíram grandemente para melhorar o P.A.R.T.Y.! Minha principal expectativa era a de contribuir para a evolução do projeto. Fiquei bem contente com nosso progresso como CoPELT. Experimentar o programa tantas vezes e trabalhar na sua construção realmente imprime a idéia que ele quer passar. Começamos a pensar nas escolhas que tomamos até fora do trânsito. Além desse aspecto mais pessoal, observar os alunos que passam pelo projeto, vendo a reação deles às apresentações, vídeos e especialmente à conversa com o paciente na enfermaria é realmente gratificante. Em muitos fica nítido que conseguimos levar a uma reflexão sobre o assunto”. –Ricardo

 “O P.A.R.T.Y. foi um misto de emoções! Muita expectativa e mais ainda gratificações por tudo ter se encaminhado da melhor maneira. Acredito que as expectativas foram mais que cumpridas, foram superadas. Ver que o programa causa um impacto na vida dos jovens é indescritível. Creio que o P.A.R.T.Y. além de tudo proporciona reflexão. Refletir sobre si mesmo e sobre as próprias responsabilidades muda as perspectivas que temos sobre nossas ações”.   –Guilherme

 “Esse ano foi muito importante para o P.A.R.T.Y. Expandimos o programa para diversas cidades do Brasil. Temos uma nova parceria: assistência social. Acredito que a gestão 2017 conseguiu atingir as expectativas, ampliando o programa, agindo de forma a melhorá-lo como um todo. O P.A.R.T.Y. é um programa que passa uma mensagem de prevenção de forma a impactar cada aluno sobre as consequências de escolhas erradas no trânsito. É muito gratificante ver no rosto dos alunos que conseguimos atingir nosso objetivo no final de cada P.A.R.T.Y. Porém, como coordenadora, eu também fui mudando o meu jeito de agir ao longo do ano. Acredito que todo o trabalho ao longo de 2017 valeu muito a pena e espero que o P.A.R.T.Y. continue crescendo e atingindo cada vez mais jovens”. –Ryana

“Achei que os objetivos propostos foram cumpridos com êxito. No início tivemos algumas dificuldades que, no entanto, conseguimos contornar e com o passar do tempo fomos acumulando experiência, o que permitiu que a gente concluísse as edições do programa com êxito. Ser coordenador do P.A.R.T.Y. foi uma experiência que me acrescentou muito. Ele me ajudou a melhorar minhas habilidades de comunicação e de trabalho em equipe. Além disso, me ensinou a lidar melhor com imprevistos e ter mais organização. Acredito que os alunos tenham absorvido a mensagem que procuramos passar, que é a de possibilidade de escolhas e prevenção de traumas, e espero que essa experiência faça com que eles pensem criticamente antes de decidir beber e dirigir.” –Gabriel

Isabela Cauzzo

Orientador: Thiago Calderan

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s