P.A.R.T.Y. São José dos Campos realiza nova edição

 

Realizadas no Hospital Municipal “Dr. José de Carvalho Florence”, as reuniões objetivam sensibilizar os estudantes sobre as consequências do comportamento inadequado no trânsito – Foto: PMSJC

No dia 05 de setembro, a equipe do Programa P.A.R.T.Y. de São José dos Campos recebeu alunos do 2º ano do Ensino Médio da escola estadual João Cursino, na região central de São José dos Campos.

Realizadas no Hospital Municipal “Dr. José de Carvalho Florence”, as reuniões objetivam sensibilizar os estudantes sobre as consequências do comportamento inadequado no trânsito. Profissionais de saúde do hospital, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Grau (Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências), Centro de Reabilitação Lucy Montoro, assim como agentes de trânsito, policiais militares, Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal e Estadual proferiram palestras compartilhando com os alunos a experiência do resgate e atendimento de feridos no trânsito.

O ponto alto do encontro é conduzido por uma vítima de trauma de trânsito, que teve consequências severas em decorrência de um acidente de trânsito. Ele conta aos participantes sobre sua experiência com o acidente e com o trauma, sensibilizando os alunos para que façam escolhas responsáveis na condução de veículos.

As ações do programa P.A.R.T.Y. são realizadas mensalmente. No dia 31 de agosto, 53 alunos da escola estadual Profª Geraldina Coelho Monteiro, do Jardim Nova Michigan, na região leste participaram do encontro no hospital.

O programa

O programa P.A.R.T.Y. surgiu no Canadá e está no Brasil desde 2008, quando foi implantado em Ribeirão Preto (SP). A partir daí, se expandiu para outras duas cidades paulistas, Sorocaba e Campinas, e Vitória (ES). Em 2013, tornou-se P.A.R.T.Y. Brasil, vinculado à Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT).

São José é a primeira cidade do Vale do Paraíba a integrar o Party Brasil. No ano de 2016, quase 50% das vítimas graves com traumas de trânsito, encaminhadas ao Hospital Municipal tinham entre 14 e 29 anos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s