Atenção, cuidado e acolhimento no P.A.R.T.Y.

Por Marcella Cedotti

P.A.R.T.Y. Campinas Unicamp 01/10/19

No dia 01/10/2019, 55 alunos da Escola Estadual Guido Segalho foram recepcionados por alunos de Medicina e Enfermagem da Unicamp, no Hospital de Clínicas da Universidade. Nesta tarde, os jovens participaram do momento de vivência do programa P.A.R.T.Y. na Unicamp, com a Polícia Militar, a EMDEC e o SAMU Campinas e também visitaram as enfermarias do trauma e a enfermaria geral de adultos, além de conhecerem as Unidades de Terapia Intensiva do hospital.

Em todas as edições do P.A.R.T.Y, os alunos são buscados nas escolas por um ônibus de transporte exclusivo, recebem um lanche e são recepcionados na entrada do hospital por membros da Liga do Trauma, que os levam até o auditório de atividades. Os ligantes, alunos de enfermagem e medicina, acompanham os alunos em todos os momentos da tarde e estão sempre a postos para ajudá-los, tirar dúvidas e compartilhar experiências.

Para realizarem as visitas aos pacientes internados, os alunos são divididos em grupos de aproximadamente 10 pessoas. Nesse momento, há um contato ainda mais próximo entre os jovens e os voluntários. Muitas vezes, por se sentirem mais a vontade a fazer perguntas pessoais, contar casos na família e até mesmo sanar curiosidades sobre a faculdade e o curso. A atenção, cuidado e o acolhimento que esses jovens recebem é de extrema importância para que consigam aproveitar ao máximo o P.A.R.T.Y., e para se tornarem veículos de propagação das informações para as suas famílias e amigos.

Participantes com membros da Liga do Trauma

Para os membros da Liga do Trauma, essa relação com os alunos também é muito construtiva. “Na universidade temos pouca chances de atuar diretamente no cuidado com o paciente antes da formatura. O CoPELT é uma exceção, que permitiu o contato com uma população que sofre muito com a doença trauma” diz David Cirigusse, um dos diretores do CoPELT. Ele ainda conclui: “Fazer parte desse grupo me permitiu ter a consciência da importância da prevenção, contato diretamente com os pacientes ainda no 3°ano da graduação e a confirmação no papel de cuidado que pretendo ter por toda minha carreira”.

A proximidade com os alunos, a doação e atenção total a esses jovens é o que faz o P.A.R.T.Y ser um programa tão sólido e efetivo, não só para os participantes das escolas mas para os voluntários da Liga do Trauma e parceiros.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s