Contato com Reabilitado Engrandece o Programa

Washington, voluntário reabilitado que participa do P.A.R.T.Y. Campinas

Na última terça-feira, 29 de Agosto, o P.A.R.T.Y. Campinas recebeu mais uma escola para participar de sua edição, a Escola Estadual Residencial São José. Nessa tarde os 52 jovens puderam entrar em contato com os vários profissionais da área da saúde e especialmente com o Washington, estudante de serviço social, voluntário reabilitado, que contou um pouco da sua experiência sobre ocorrido com ele há 22 anos atrás.

Segundo ele, o P.A.R.T.Y. é um programa que visa a prevenção e que acaba abrindo portas para os jovens que são introduzidos nele. Durante a sua fala, Washington da Conceição Moura comenta sobre o seu “acidente” que aconteceu com 17 anos de idade ao cair em uma piscina. Com a queda, ficou tetraplégico e desde então comentou sobre como foi seu processo de reabilitação e sua história de superação: atualmente faz esportes, faculdade e ainda é um parceiro voluntário do P.A.R.T.Y. Campinas desde sua formação.

Em entrevista, falou um pouco sobre como é ser cadeirante nos dias atuais e como ele lida com isso: “Tenho uma vida mega ativa por ter passado por uma reabilitação difícil, mas que me deu resultado. Eu quero mostrar isso pras outras pessoas. Independente da gente estar no hospital, a gente também tem que se tratar psicologicamente e tratar a família. Você também tem que ter a confiança de poder caminhar na rua, porque a gente sabe das dificuldades. Eu tive que passar por todo esse processo  pra poder falar que hoje eu sou uma pessoa totalmente reabilitada e com uma vida ativa. O problema é que dificilmente a gente muda aquela ideia de olhar pra um cadeirante e ficar com dó dele, achar que ele é um coitado. E aí eu pergunto: você conhece o que eu faço? Temos que voltar para a sociedade com uma cabeça pensante e batalhar para a nossa melhora.”

A participação de um voluntário com sequela por trauma, porém totalmente reabilitado é mais uma forma de engrandecer o programa, sensibilizando os jovens quais os riscos que podem se submeter em situações de escolhas erradas.

Isabela Schoenacker Cauzzo

Orientador Thiago Calderan

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s