P.A.R.T.Y Maceió realiza sua segunda edição

A segunda edição do programa Prevenção do Trauma Relacionado ao Álcool na Juventude (P.A.R.T.Y), em Maceió-AL, contou com a participação de 35 alunos do Colégio de Educação Básica Nova Vida e 2 professoras, no auditório do Hospital Geral do Estado (HGE), na tarde dessa quarta-feira (31 de julho de 2019).

Os alunos foram transportados até o local, onde foram recepcionados pelos integrantes da Liga Acadêmica de Estudo do Trauma e Emergência da Uncisal (LAETE). Antes do inicio das palestras, a ligante Fernanda Sousa aplicou um pré-teste, para que os estudantes pudessem avaliar e comparar seus conhecimentos sobre acidentes de trânsito, negligências, imprudências, serviços de urgência e emergência antes e após as apresentações.

A presidente da LAETE, Vivyan Barros, fez uma breve introdução sobre o P.A.R.T.Y, apresentando as principais causas de mortes em jovens no Brasil e como 90% dessas mortes poderiam ser evitadas. Em nome do Hemocentro do Alagoas (HEMOAL), a assistente social do setor de capacitação de doadores de órgãos e medula óssea, Régia Cinthia Sousa Peixoto, ministrou uma palestra sobre a importância da doação voluntária de sangue, os principais critérios de doação e o ciclo do sangue.

Representando o Corpo de Bombeiros, a ex- ligante e cabo Thaísa Lins Moretti, mostrou a função dessa equipe nos acidentes e, principalmente, a importância da Lei Seca e do uso de meios de segurança na prevenção de acidentes de trânsito.  Em seguida, os alunos tiveram oportunidade de visitar a Ala ortopédica (Ala G) do Hospital Geral do Estado (HGE), onde, graças ao auxilio da assistente administrativa desta ala Janaína de Fátima da Silva Marinho, conheceram o ambiente hospitalar e ouviram o depoimento de algumas vítimas internadas. Depois, seguiram para Ala Vermelha Trauma (porta de entrada da Urgência do hospital) onde foram recepcionados pelo Tutor da Liga e médico de plantão, Dr. Amauri Clemente da Rocha, e puderam conhecer um pouco da realidade do atendimento a vítimas de trânsito.

Houve ainda o depoimento da Jacyara Ariana da Silva Marinho, que relatou sua experiência como vítima de um acidente automobilístico e puderam ver de perto as sequelas provenientes de um “descuido”.

Assim, munidos de informações sobre número de mortes e acidentes de trânsito envolvendo jovem, bem como as atitudes básicas para evitá-, como: usar de cinto de segurança, não usar celular e não ingerir bebida alcoólica enquanto dirige e não andar em alta velocidade; os alunos foram orientados a serem disseminadores dessas informações e conscientizarem também outras pessoas.

Informações e imagens: LAETE

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s